• www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt

História

Lazer

Vitivinicultura

Gastronomia

Artesanato

Ponte Cavalar

  • Versão para impressãoEnviar por E-mail

Esta ponte pode ser denominada também como Ponte do Abade ou Ponte Pousafoles, é uma ponte medieval. Séc. 14 - a freguesia de Vila Marim tinha a categoria de "honra" com o privilégio de "beetria"; 1758 - a freguesia já era pertença da coroa; segundo as Memórias Paroquiais da freguesia de Moura Morta, a ponte era de "pau" e, por ela, passavam os passageiros da Província do Minho para a Província de Trás-os-Montes; séc. 18, finais / 19, início - provável construção da ponte; 1886. Serviu também no século XVIII de referência às Demarcações Pombalinas.

Arquitectura de comunicações e transportes, vernácula. Ponte de arco, em alvenaria de xisto, com tabuleiro em cavalete sobre um único arco de volta perfeita.
Descrição
Ponte com estrutura de alvenaria de xisto, de tabuleiro em cavalete sobre um único arco de volta perfeita, com aduelas estreitas e compridas desiguais. Aparelho irregular de silhares de xisto, preenchido com pequenas pedras também de xisto, apresentando o intradorso do arco betumado a cimento. Pavimento em terra batida e guardas incompletas, formadas por grandes blocos de granito, alguns ligados por gatos de ferro.
Acessos
Estrada a partir do cruzamento entre EM. 1328 e 1326 até ao Lug. de Pousafoles;
GPS: N41ᵒ11,245” – W7ᵒ50,898”
Grau
3
Enquadramento
Rural, isolado, numa zona de transição entre a Região Demarcada do Douro e a serra do Marão. Ergue-se sobre a ribeira Sermanha, rodeada de campos de cultivo, estabelecendo a ligação entre pequenos povoados, com casas de arquitectura popular, pertencentes a duas freguesias distintas, sendo, no entanto o seu acesso mais fácil a partir da freguesia de Vila Marim. A estrada que dá acesso à povoação de Pousa Foles apresenta na sua face terminal inclinação bastante pronunciada e não tem ligação para a outra margem. A ponte encontra-se parcialmente coberta por vegetação.
Utilização Inicial
Comunicações e transportes: ponte rodoviária
Utilização Actual
Comunicações e transportes: ponte com circulação pedonal
Propriedade
Pública: municipal
Época Construção
Séc. 18 / 19 (conjectural)

 


Cronologia
Séc. 14 - a freguesia de Vila Marim tinha a categoria de "honra" com o privilégio de "beetria"; 1758 - a freguesia já era pertença da coroa; segundo as Memórias Paroquiais da freguesia de Moura Morta, a ponte era de "pau" e, por ela, passavam os passageiros da Província do Minho para a Província de Trás-os-Montes; séc. 18, finais / 19, início - provável construção da ponte; 1886 - Pinho Leal refere a sua existência, sendo então designada de ponte velha, dada a construção de uma outra ponte sobre o rio Sermanha, junto à sua foz, mandada fazer pela Companhia dos Vinhos.
Características Particulares
Ponte em alvenaria de xisto, material que dificulta a integração tipológica da ponte, construída em finais do séc. 18 / inícios do 19, com arco de aduelas estreitas e compridas, desiguais, e aparelho irregular em silhares preenchidos com pequenas pedras também de xisto, com guardas formadas por grandes blocos de granito e conservando o pavimento em terra batida.
Dados Técnicos
Estrutura mista.
Materiais
Estrutura de xisto; betume em cimento; guardas em cantaria granítica; gatos de ferro.
Bibliografia
LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Pinho, Portugal Antigo e Moderno. Diccionario ..., vol. 11, Lisboa, 1886; Sermanha, in Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, vol. 28, Lisboa, 1945, p. 430; Vila Marim, in Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, vol. 35, Lisboa / Rio de Janeiro, s.d., p. 569 - 573; Coord. SILVA, Isabel, Dicionário Enciclopédico das Freguesias, vol. 3, Matosinhos, 1997; CD O Nosso País - Distrito de Vila Real, Matosinhos, 2002.
Observações
*1 - A Ponte faz a ligação entre a freguesia de Vila Marim, do concelho de Mesão Frio, e a freguesia de Moura Morta, do concelho de Pêso da Régua. *2 - A Ribeira de Sermanha nasce na parte SE. da Serra do Marão, corre para S., passa a E. da freguesia de Sedielos e a O. da de Moura Morta e desagua na margem direita do rio Douro, possuindo um curso de cerca de 5 Km.
Fonte
S.I.P.A por Paula Noé

 

Freguesias e Património

Mesão Frio oferece mais...