• www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt

História

Lazer

Vitivinicultura

Gastronomia

Artesanato

Capela de São Caetano

  • Versão para impressãoEnviar por E-mail

A Capela de São Caetano é uma capela setecentista, possui um traço arquitectónico, de fazer inveja a muitas igrejas paroquiais do distrito de Vila Real, visto que apresenta uma ornamental frente virada a oriente, onde se destacam duas colunas de granito branco, encimadas por duas pilastras decorativas.

Arquitectura religiosa, barroca. Capela de planta longitudinal composta de nave e capela-mor, interiormente com tectos de madeira e iluminação axial e bilateral. Fachadas rebocadas e pintadas, a principal terminada em frontão triangular e rasgada por portal de verga recta entre colunas pseudosalomónicas suportando entablamento encimado por nicho concheado e frontão curvo interrompido, ladeado poor janelas e óculos elípticos. Fachadas laterais com pilastras toscanas nos cunhais e rasgadas por porta travessa de verga recta e frontão triangular entre janelas rectangulares de capialço. No interior possui coro-alto sobre arco abatido, púlpito no lado do Evangelho, arco triunfal de volta perfeita ladeado por dois retábulos de talha neoclássicos, de planta recta e um eixo, e retábulo-mor também neoclássico e de planta recta e um eixo.
Descrição
Planta longitudinal composta por nave e capela-mor rectangulares tendo adossado à fachada lateral esquerda torre sineira quadrangular. Volumes escalonados, com coberturas diferenciadas em telhados de duas águas e torre sineira por coruchéu piramidal, coroado por pinha e cruz em ferro. Fachadas rebocadas e pintadas de branco, com embasamento de cantaria (nave) ou faixa pintada (capela-mor), pilastras toscanas nos cunhais, as da nave coroadas por elegantes pináculos de corpo cónico sobre esfera e plinto paralelepipédico, e as da capela-mor por pináculos piramidais com bola, e terminadas em friso e cornija ou apenas cornija, sobreposta por beirada simples; as da fachada lateral N. possuem duas gárgulas molduradas. Fachada principal orientada a O., terminada em frontão triangular coroado por cruz latina de cantaria, de braços circulares e remate ponteagudo, sobre plinto paralelepipédico; no tímpano, rasga-se vão semicrcular, com grade. Portal de verga recta, moldurado, flanqueado por duas colunas pseudosalomónicas, assentes em plintos paralelepipédicos de faces ornadas por losango, e de capitéis coríntios, suportando entablamento, com um friso denticulado e um outro convexo; sobre a cornija surge um nicho em arco de volta perfeita, interiormente concheado, envolvido por dois frisos, o exterior com discos ligados, encimado por frontão semicircular interrompido por escudo e aletas; ladeia o nicho, aletas e, no alinhamento das colunas, pináculos piramidais sobre plintos. Lateralmente, abrem-se janelas rectangulares com grades e dois óculos elípticos de capialço.

 

Nas fachadas laterais da nave abrem-se duas janelas rectangulares de capialço e, ao centro, porta travessa de verga recta, de moldura simples, encimado por cornija, friso e frontão triangular interrompido por cruz latina com base e tímpano moldurados; nas da capela-mor abre-se janela rectangular de capialço, a S. e porta de verga recta e duas janelas a N., sendo uma no registo inferior, rectangular e com grade e outra, de capialoço, elevada. Fachada posterior cega, terminada em empena, coroada por cruz latina de braços quadrangulares e terminados em botão, sobre esfera e pedestal. Torre sineira com fachadas rasgadas por vãos em arco de volta perfeita com sinos. INTERIOR de espaço diferenciado com articulação sublinhada por degrau e arco triunfal de volta perfeita assente em pilastras. Nave com pavimento de soalho, paredes rebocadas e pintadas de branco, com silhar de azulejo policromo, e, sobre cornija, tecto curvo de madeira, pintado de azul e com tirantes metálicos. Coro-alto com balaustrada de madeira assente em arco abatido apoiado em pilastras laterais, tendo acesso por escada de degraus em xisto inserida na espessura da parede lateral N.. Acesso à sineira por dois lanços de escada, a partir do coro-alto. Do lado do Evangelho, surge púlpito de parapeito fechado em talha policroma, assente em base quadrangular moldurada apoiada em mísula, com acesso por escada interior, na parede da nave. Dois altares laterais de talha branca e dourada com edícula e imagem sobre mísula entre colunas embastonadas, dispostos em ângulo. Capela-mor de pavimento lajeado, lambril de azulejo policromo, paredes brancas rebocadas com remate em cornija e tecto curvo de madeira pintada de azul e tirantes metálicos. Sobre estrado de granito com degraus frontais, altar de talha branca e dourada com fundo dos vãos em azul, possuindo tribuna com trono entre pares de colunas e mísulas laterais. Por trás do altar, sacristia de pavimento em soalho, paredes brancas rebocadas e tecto plano de madeira, possuindo lavatório moldurado do lado N..
Acessos
Lugar de São Caetano. Desvio para a EM 1327-1 a partir da EM 601 que se dirige de Mesão Frio para Vila Marim; GPS: N41ᵒ10,633” – W7ᵒ51,537”
Grau
2
Enquadramento
Rural, em meia-encosta com socalcos de vinha, virada a nascente, sobranceira a um afluente da margem direita do Douro, em zona de povoamento disperso da Região Demarcada do Douro. Ergue-se em plataforma, formando adro pavimentado a paralelos de granito, bastante rebaixado relativamente à estrada, e gradeado. Junto à fachada lateral esquerda possui bancos de pedra virados à paisagem.
Utilização Inicial
Religiosa: capela
Utilização Actual
Religiosa: capela com culto dominical e festa anual a 7 de Agosto
Propriedade
Privada: Igreja Católica
Época Construção
Séc. 18 (conjectural) / 19
Cronologia
Séc. 17 / 18 - provável construção da capela; 1755, 1 Novembro - no terramoto apenas caiu por terra "uma ponte de uma pirâmide" da capela; 1758, 27 Abril - referência à capela de São Caetano pelo reitor de Vila Marim António Pinheiro, nas Memórias Paroquiais da freguesia, considerada famosa por em tempos ali ter obrado o santo muitos milagres, razão pela qual os seus devotos o veneravam com grossas ofertas; acolhia romeiros em alguns dias do ano, como a 7 e 8 de Setembro e no dia do orago, romeiros; ao lado do adro da capela, do lado Norte, achava-se um túmulo de pedra de grão antiquíssimo, com um letreiro esculpido na tampa do mesmo que diz: "Aqui jaz quem desejou de viver como [susudo], mais em fim, já acabou como há-de acabar tudo. E não acho quem me diga que este túmulo e nele achei uns ossos"; séc. 19 - redecoração interior, com colocação dos retábulos; séc. 20 - provável construção da sineira; 1997 - assalto da capela, tendo sido roubadas quase todas as imagens escultóricas.
Características Particulares
Destaca-se pela elegância e erudição da composição da fachada, marcada pelo portal entre colunas helicoidais, sobrepujado por nicho com frontão curvo aberto. De referir ainda a grande dimensão do edifício, a sineira de coruchéu sobre a fachada lateral, os acessos ao púlpito e coro-alto feitos por escadarias inseridas na espessura das paredes, e a sacristia ocupando o espaço por trás do altar-mor. Retábulos neoclássicos e lambril de azulejos imitando a produção pombalina.
Dados Técnicos
Sistema estrutural de paredes portantes.
Materiais
Estrutura de granito, cobertura de telha de meia-cana, lambril de azulejos, pavimento do coro e da capela-mor lajeado, pavimento da nave e da sacristia, altares e tectos de madeira.
Bibliografia
AZEVEDO, Correia de, Património Artístico da Região Duriense, Vila do Conde, 1972, p. 27; CAPELA, José Viriato, BORRALHEIRO, Rogério, MATOS, Henrique, As Freguesias do Distrito de Vila Real nas Memórias Paroquiais de 1758. Memórias, História e Património, Braga, 2006.
Intervenção Realizada
Comissão fabriqueira: 1996 - reparação geral, com pintura, instalação eléctrica e colocação do lambril de azulejos; 1998 - colocação de porta metálica pelo exterior da porta lateral N. da capela-mor.
Observações
Capela foi assaltada em 1997, tendo sido roubadas quase todas as imagens escultóricas.
Fonte
S.I.P.A. por Ricardo Teixeira

 

Freguesias e Património

Mesão Frio oferece mais...