• www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt

História

Lazer

Vitivinicultura

Gastronomia

Artesanato

Capela de Santo António

  • Versão para impressãoEnviar por E-mail

Mesmo em frente à Travessa da Cerca do Convento, onde principia a Av. Conselheiro Dr. José Maria de Alpoim, destaca-se uma pequena capela de invocação a Santo António, em cujo frontispício se encontra gravado o ano de 1845. Álvaro Maria de Fornellos, diz que esta capela pública foi construída por “um tal Melo de Quintela” no ano de 1845, porém, quando foi arrematada em hasta pública a Cerca do Convento dos Franciscanos, o Edital da Junta de Crédito Público, publicado a 12 de Novembro de 1842, já falava da existência dessa Capela três anos antes da data que encima o edifício.

Arquitectura religiosa, neoclássica. Capela de planta rectangular simples, interiormente com tecto de madeira e iluminado por frestas laterais. Fachadas rebocadas e pintadas, com cunhais apilastrados, coroados por urnas, e terminadas em friso e cornija, excepto a principal que é em cantaria, termina em empena recortada, rematada por cornija, e tem portal em arco de volta perfeita. Fachadas laterais rasgadas por fresta na zona do retábulo-mor e a posterior cega e terminada em empena.
No interior possui retábulo-mor revivalista, de planta recta e um eixo.
Descrição
Planta longitudinal rectangular, de massa simples e cobertura homogénea em telhado de duas águas. Fachadas laterais e posterior rebocadas e pintadas de branco, percorridas por embasamento de cantaria, com cunhais apilastrados coroados urnas e terminadas em friso e cornija sobreposta por beirada simples. Fachada principal virada a SE., em granito aparente, terminada em empena recortada, rematada em cornija abatida coroada por cruz latina sobre plinto; é rasgada por portal em arco de volta perfeita, sobre pilastras, com porta de duas folhas, decoradas; sobre o portal existe a inscrição de 1845. Nas fachadas laterais abrem-se duas frestas na zona do retábulo-mor e a fachada posterior é cega e termina em empena, coroado por cruz latina. INTERIOR com paredes rebocadas e pintadas de branco, silhar de azulejos brancos e azuis, pavimento lajeado, rodapé de granito e tecto curvo de madeira, pintada de azul, sobre cornija com friso moldurado. Sobre supedâneo com acesso por três degraus frontais, surge o retábulo-mor em talha policroma a branco, amarelo e azul, e ornamentação dourada, de planta recta e um eixo, definido por duas pilastras de fuste canelado, e capitéis coríntios; ao centro possui nicho de perfil curvo, encimado por motivo fitomórfico, interiormente pintado a marmoreado azul e albergando imaginária, ladeado por dois apainelados de perfil curvo, sobreposto por mísula concheada sustentando imaginária; sobre friso com querubins, desenvolve-se o ático em espaldar curvo, terminado em frontão semicircular. Altar tipo urna pintado a marmoreado a bege.
Acessos
Rua de Santo António. WGS84: 41º09'30.21''N., 7º53'31.01''O.
Grau
3

 


Enquadramento
Urbano, isolado. Inserida no jardim público, num dos seus extremos, com fachada virada para o passeio e à Rua de Santo António. Em frente, ergue-se o convento de São Francisco.
Utilização Inicial
Religiosa: capela
Utilização Actual
Religiosa: capela
Propriedade
Privada: Igreja Católica
Época Construção
Séc. 19
Arquitecto / Construtor / Autor
CONSTRUTOR: Melo (1845).
Cronologia
1845 - data inscrita na fachada assinalando a construção da capela, por um construtor de nome Melo, de Quintela, à margem da Av. Conselheiro Alpoim, em substituição, segundo se pensa, de uma outra que existiu no local onde se ergue o Quartel dos Bombeiros Voluntários, e cuja construção motivou a demolição do pórtico dessa capela.
Características Particulares
Capela de linhas exteriores rectilíneas, com os cunhais coroados por urnas de tipo diferente entre a fachada principal e a posterior. Porta decorada com almofadas ovais gradeadas e outras circulares espiraladas. No interior, o retábulo procura conciliar elementos revivalistas neorococós e neoneoclássicos.
Dados Técnicos
Sistema estrutural de paredes portantes.
Materiais
Estrutura rebocada e pintada ou em cantaria aparente; frisos, cornijas, urnas e molduras dos vãos em cantaria de granito; pavimento em lajes de granito; retábulo de talha policroma; silhar de azulejos; cobertura de telha de meia-cana.
Bibliografia
DIAS, António Gonçalves, Fastos de Mesão Frio. Crónicas Escritas à guisa de Monografia, Porto, 1999.
Intervenção Realizada
Séc. 21 - Obras de conservação geral e limpeza.
Fonte
S.I.P.A. por Ricardo Teixeira

 
 

Freguesias e Património

Mesão Frio oferece mais...