• www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt

História

Lazer

Vitivinicultura

Gastronomia

Artesanato

Alminhas

  • Versão para impressãoEnviar por E-mail

"Ó TRADICIONAIS ALMINHAS / QUE ENCONTRO PELO CAMINHO / AINDA QUE EU QUEIRA ESQUECÊ-LO / LEMBRAS-ME O ETERNO DESTINO...”

Localização sobranceira ao rio Douro, em zona de povoamento disperso da Região Demarcada do Douro.  As alminhas inserem-se num muro de betão, em curva, à face do entroncamento de estradas.

Arquitectura religiosa, vernácula. Alminhas de encruzilhada, em arquitectura popular, de nicho monolítico inserido em espaldar de cornija em empena.
Descrição
Espaldar rectangular de betão encimada por cornija de granito moldurado formando empena central de extremidades horizontais. No centro, nicho monolítico de granito assente sobre mesa com moldura saliente. O nicho possui remate em empena coroada por cruz em trevo e pináculos laterais. Porta metálica com grade de padrão com ramagens e cruz latina central, pintada de verde, com caixa metálica na base, de forma triangular e com ranhura para as esmolas. No interior, painel de azulejos policromos, representando, no registo superior, a Virgem com o Menino e em baixo figuras laterais de anjos libertando do fogo as almas em representação antropomórfica. Na base do nicho, no exterior, painel de azulejos com orla de ramagens e inscrição em quatro regras "Ó TRADICIONAIS ALMINHAS / QUE ENCONTRO PELO CAMINHO / AINDA QUE EU QUEIRA ESQUECÊ-LO / LEMBRAS-ME O ETERNO DESTINO... / DEIXAI A VOSSA ESMOLINHA / FAZEI-LES UMA ORAÇÃO / QUE AS ALMAS DO PURGATÓRIO / POR VÓS A DEUS PEDIRÃO".
Acessos
EM 601, a partir de Mesão Frio, situando-se as alminhas no entroncamento desta com a EM 1326, para o lugar de Brunhais; Fl. 126 GPS: N41ᵒ9,486” W7ᵒ52,902”
Grau
3
Enquadramento
Rural. Meia-encosta virada a SE. sobranceira ao rio Douro, em zona de povoamento disperso da Região Demarcada do Douro. As alminhas inserem-se num muro de betão, em curva, à face do entroncamento de estradas.
Utilização Inicial
Religiosa: Alminhas
Utilização Actual
Religiosa: Alminhas
Propriedade
Pública: municipal
Época Construção
Séc. 19 / 20 (conjectural)
Cronologia
Séc. 19 / 20 - provável construção; 1997 - reconstrução das alminhas.
Características Particulares
O nicho, apesar de monolítico, possui remate em cruz de trevo e pináculos laterais moldurados. Painel de azulejos figurando Virgem com o Menino.

 


Materiais
Estrutura de betão, mesa, nicho e cornija em granito, portão e caixa de esmolas de ferro, painéis de azulejos cerâmicos prolicromos.
Intervenção Realizada
Câmara Municipal de Mesão Frio: 1997 - reconstrução das alminhas.
Observações
O painel de azulejos é da fábrica Carvalhinho, de Gaia.
Fonte
S.I.P.A por Ricardo Teixeira

 

Freguesias e Património

Mesão Frio oferece mais...