• www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt

História

Lazer

Vitivinicultura

Gastronomia

Artesanato

Castro Céltico

  • Versão para impressãoEnviar por E-mail

Já muito antes de Portugal se ter tornado independente, Cidadelhe era uma povoação denominada por CIVITADELLA, mas foi destruída no ano de 134 A.C., pelas tropas de um general romano. O "Castro de Cidadelhe" ergue-se no cimo de uma colina situada nas imediações da localidade que lhe deu o nome, e cuja fundação será anterior à de Mesão Frio. Os primordiais habitantes construíram as muralhas do Castro para se poderem defender das invasões levadas a cabo por parte das tropas inimigas. Durante a Idade Final do Bronze foi edificada uma muralha exterior, criada provavelmente para defesa contra os supostos invasores. Neste mesmo Castro, com as escavações arqueológicas, levadas a cabo em 1983, foram encontradas moedas romanas com a imagem do Imperador César Augusto. O Castro de Cidadelhe foi classificado como imóvel de interesse público com o Decreto-Lei nº26-A/92, de 1 de Junho.

Povoado fortificado Proto-Histórico com ocupação romana e medieval.
Descrição
Das duas linhas de muralhas que o envolvem destacam-se alguns troços da mais externa, com vários metros de altura no seu característico aparelho de xisto. No interior identificam-se as ruínas de algumas habitações de planta circular, reveladas por intervenções arqueológicas recentes. No alto subsistem os alicerces de uma estrutura fortificada de planta quadrangular, de época medieval.

Acessos
EN. 108, ao Km. 104 desvio para Cidadelhe, até à capela de São Gonçalo, no sopé do castro. VWGS84 (graus decimais) lat.: 41,178655; long.: -7,844349
Protecção
IIP, Dec. nº 26-A/92, DR 126 de 01 Junho 1992; Incluído no Alto Douro Vinhateiro - Região Demarcada do Douro
Grau
2
Enquadramento
Rural, outeiro isolado.
Utilização Inicial
Militar / residencial
Utilização Actual
Marco histórico-cultural
Propriedade
Pública: estatal
Afectação
DRC Norte, Portaria nº 829/2009, DR, 2ª. Série, nº 163 de 24 de Agosto de 2009
Época Construção
Proto-história / Antiguidade / Idade Média
Cronologia
Proto-história - construção da povoação e sua fortificação; época romana - ocupação romana do povoado; 1992, 1 Junho - o imóvel foi afecto ao IPPAR, pelo Decreto-lei 106F/92.

 


Dados Técnicos
Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais
Muralhas e habitações em xisto.
Bibliografia
SILVA, Armando Coelho Ferreira da, A Cultura Castreja no Noroeste de Portugal, Paços de Ferreira, 1986, nº 633 e p. 274.
Intervenção Realizada
Intervenções arqueológicas da responsabilidade de A. Coelho F. da Silva, A. Baptista Lopes e Manuel Tuna. Nova intervenção em Abril de 2011.
Observações
Os resultados das sondagens, realizadas em dois sectores - na zona mais elevada, no interior do espaço definido pela primeira muralha, e na zona mais baixa, junto à segunda muralha - ainda não se encontram publicados.
Fonte
S.I.P.A. por Isabel Sereno e Ricardo Teixeira

 

Freguesias e Património

Mesão Frio oferece mais...