• www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt

História

Lazer

Vitivinicultura

Gastronomia

Artesanato

Capela de São Gonçalo

  • Versão para impressãoEnviar por E-mail

Arquitectura religiosa, vernácula. Capela seiscentista ou setecentista, de planta longitudinal simples, interiormente iluminada pelos óculos axiais e com tecto de estuque. Fachadas rebocadas e pintadas a principal terminada em empena truncada por sineira, e rasgada por portal de verga recta entre óculos. Fachadas laterais cegas e a posterior terminada em empena. No interior conserva retábulo maneirista, tipo edícul, de talha dourada e policroma.
Descrição
Planta longitudinal, rectangular, de corpo único, coberto por telhado de duas águas. Fachadas rebocadas e pintadas de branco com cunhais e faixa em cimento encarapinhado, pintada de cinzento, e terminadas em cornija de betão sobreposta por beirada simples. Fachada principal orientada a O., terminada em empena truncada por sineira de uma ventana encimada por cruz latina. Portal de verga recta, moldurada, ladeada por dois óculos circulares com moldura em granito polido e grade formando roseta. Sobre o portal existe lápide rectangular inscrita. Fachadas laterais cegas, tal como a posterior, que termina em empena, coroada por cruz latina. INTERIOR de espaço único, com pavimento de azulejo castanho de padrão geométrico, paredes rebocadas e pintadas de branco, com silhar de azulejo azul e branco de padrão geométrico e tecto de masseira, de estuque com as molduras definidoras dos panos em carapinha. Sobre o supedâneo dispõe-se mesa de betão pintada de branco, com o retábulo-mor, de talha dourada e policroma, de planta recta e três panos definidos por quatro colunas torsas, decoradas por pâmpanos e aves, sobre mísulas e de capitéis coríntios; ao centro possui nicho em arcod e volta perfeita, com boca rendilhada e interiormente pintado, albergando imaginária; nos eixos laterais tem painéis pintados de azul e uma flor verde; sobre o entablamento, desenvolve-se o ático, em tabela rectangular, pintada de azul com losango, delimitada por quarteirões, e terminada em cornija e elementos fitomórficos vazados; flanqueiam a tabela motivos vegetalistas volutados e, sobre o alinhamento das colunas, pináculos fitomórficos; banco com apainelado de acantos.
Acessos
EM 1328, entre Cidadelhe e o Bairro Novo, situando-se a capela ao lado da estrada. VWGS84 (graus decimais) lat.: 41,176863; long.: -7,844905
Protecção
Incluído no Alto Douro Vinhateiro - Região Demarcada do Douro (v. PT011701040033)
Grau
3
Enquadramento
Rural, isolado, ao lado da estrada e sem separador da mesma, mas inserida num adro, lateral e posteriormente delimitado por muro e paviementado a paralelos de granito. Insere-se na Portela entre a Região demarcada do Douro e o Marão. Na proximidade fica o campo de futebol e o Castro de Cidadelhe.
Descrição Complementar
No interior encontra-se um grande conjunto de Ex-Votos de cera suspensos em ambas as paredes laterais.
Utilização Inicial
Religiosa: capela
Utilização Actual
Religiosa: capela com culto ocasional em missas de encomenda ou na festa anual

 


Propriedade
Privada: Igreja Católica
Época Construção
Séc. 17 / 18
Cronologia
1758, 20 Abril - referência à capela pelo abade Manuel da Costa Guimarães, nas Memórias Paroquiais da freguesia, como se erguendo fora do lugar e a N. do mesmo, a onde ocorria romaria no dia do orago e no dia de São Tiago; 1790 - reformada por Manoel Guedes, conforme inscrição na fachada; séc. 20 - colocação do silhar de azulejos.
Características Particulares
A remodelação realizada nos anos 80 conferem-lhe forte contraste entre as soluções e os materiais utilizados e os elementos mais antigos da capela, como a inscrição da fachada datada de 1790 e o altar de talha dourada e policroma; este possui estrutura maneirista com colunas pseudosalomónicas mas a cartela é rococó.
Dados Técnicos
Sistema estrutural de paredes portantes.
Materiais
Estrutura de granito, rebocada e pintada; cunhais e faixa em cimento encarapinhado; porta de madeira; grades de ferro; molduras dos vãos e supedâneo em granito; molduras dos óculos em granito polido; pavimento e silhar de azulejos; tecto de estuque; retábulo de talha; cobertura de telha de meia-cana.
Bibliografia
AZEVEDO, Correia de, Património Artístico da Região Duriense, Vila do Conde, 1972, p. 22; CAPELA, José Viriato, BORRALHEIRO, Rogério, MATOS, Henrique, As Freguesias do Distrito de Vila Real nas Memórias Paroquiais de 1758. Memórias, História e Património, Braga, 2006.
Intervenção Realizada
Comissão fabriqueira: 1985, cerca - remodelação total da capela que lhe conferiu o aspecto actual.
Fonte
S.I.P.A. por Ricardo Teixeira

 
 

Freguesias e Património

Mesão Frio oferece mais...