• www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt

História

Lazer

Vitivinicultura

Gastronomia

Artesanato

Igreja Matriz de Barqueiros

  • Versão para impressãoEnviar por E-mail

Tem como padroeiro São Bartolomeu, não obedece a qualquer estilo arquitectónico e foi construída em meados do séc. XIX. Esta igreja tem um aspecto enorme e robusto, pois a intenção da sua construção era acolher uma população numerosa. Em 1832 foi construção da sacristia (data inscrita no lintel da porta); 1855 a data provável de conclusão da construção (data inscrita sobre a porta principal); 1888 a execução do altar-mor (no frontal lê-se: José Caetano de Carvalho ofertou e mandou dourar em 1888).

Arquitectura religiosa, neoclássica. Igreja neoclássica de planta longitudinal e nave única, fachada principal de remate em frontão triangular e torre sineira adossada.
Descrição
Planta longitudinal composta por nave e capela-mor rectangulares, com sacristia adossada a S. e torre sineira quadrada a N.. Volumes articulados dispostos na horizontal, com coberturas diferenciadas por telhados de 2 e 4 águas e na torre por coruchéu e coroada por balaustrada com pináculos nos ângulos. Fachada principal orientada a O., com embasamento, pilastras de ângulo e remate em frontão triangular coroado por cruz latina. Porta central de lintel recto com pilastras e entablamento encimado por cartela com a data de 1855. Superiormente óculo circular de grande dimensão. No tímpano, triângulo de cantaria com relógio de sol redondo. Torre sineira recuada de dois registos sublinhados por cornijas molduradas; no inferior da fachada principal abrem-se dois pequenos óculos circulares e no superior abrem-se quatro vãos em arco de volta perfeita, com sinos. Acesso exterior por escadaria de lanço único, na fachada posterior. Fachadas laterais com embasamento e remate em cornija moldurada. Cunhais da nave e da capela-mor sublinhados por pilastras e pináculos piramidais e remate boleado. Fachada posterior da capela-mor cega e com remate em empena sobrelevada, coroada por cruz latina idêntica às da fachada principal e da empena posterior da nave. Na nave abrem-se duas janelas rectangulares em rampa, em plano elevado e uma porta de lintel recto, central. Na capela-mor 2 janelas rectangulares, de ambos os lados, e uma porta de lintel recto do lado N. Fachada S. da sacristia com duas janelas rectangulares, abrindo-se na fachada O. uma porta de lintel recto, sendo a posterior cega. Interior de espaço diferenciado, constituído por nave e capela-mor de articulação sublinhada pelo arco triunfal e degrau. Nave com pavimento de soalho e lajeado no sub-coro, lambril de azulejos de padrão geométrico, paredes pintadas de branco com remate em cornija e tecto curvo de madeira pintada de azul com tirantes metálicos. Guarda-vento de madeira envidraçada, coro-alto de madeira pintada de azul e castanho, assente em mísulas e pilastras laterais, com acesso pela torre sineira. Do lado da Epístola, no primeiro piso da torre, um espaço em abóbada de berço com a pia baptismal e acesso por uma porta de arco de volta perfeita situada sob o coro. Colateralmente dispõem-se inseridos nas paredes da nave, dois confissionários, dois púlpitos, de base quadrada sobre mísula e parapeito de talha branca com pintura dourada e azul e sanefa sobre a porta com acesso por escadaria de pedra inserida na espessura da parede. Dois altares colaterais formam ângulo com os laterais sobre plataforma de 2 degraus em pedra. Possuem fundo lacado a branco e ornamentação dourada formando com nicho central com imagens sobre fundo azul. Arco triunfal de volta perfeita assente em pilastras. Capela-mor de pavimento em soalho, lambril de azulejos de padrão geométrico, paredes pintadas de branco com remate em cornija e tecto curvo de madeira pintada de azul. Retábulo-mor de talha lacada de branco e bege com ornamentação dourada, sobrelevado em supedâneo de pedra com degraus centrais possuindo, entre dois pares de colunas, um painel central com representação pictórica de São Bartolomeu. Sacristia com pavimento de tijoleira, lambril de azulejos de padrão geométrico, paredes brancas e tecto azul de madeira formando 5 panos.
Acessos
EM 108-3, entre os Kms 0 e 1 desvio para o lugar da Vila. VWGS84 (graus decimais) lat.: 41,136002; long.: -7,900831

 

Grau
2
Enquadramento
Rural. Encosta da margem direita da Região Demarcada do Douro, rodeada de socalcos com vinhas. Isolada no centro de um adro murado, sobrelevado em relação à rua frontal com um alto muro de suporte da plataforma em que se ergue a igreja. O adro possui algumas oliveiras e comunica pelo lado S. com o cemitério.
Utilização Inicial
Religiosa: Igreja Paroquial
Utilização Actual
Religiosa: Igreja Paroquial
Propriedade
Privada: Igreja Católica
Época Construção
Séc. 19
Cronologia
1832 - construção da sacristia (data inscrita no lintel da porta); 1855 - data provável de conclusão da construção (data inscrita sobre a porta principal); 1888 - execução do altar-mor (no frontal lê-se: José Caetano de Carvalho ofertou e mandou dourar em 1888).
Características Particulares
Capela baptismal inserida na torre. O acesso aos púlpitos é por escadaria de pedra inserida no interior da espessura das paredes laterais da nave, a partir de portas abertas de lado no pano das ombreiras do vão das portas da nave. Os retábulos e púlpitos são de estilo neoclássico uniforme e formam no seu conjunto um efeito interessante.
Dados Técnicos
Paredes autoportantes.
Materiais
Granito nas molduras de vãos, pilastras, cornijas, abóbada da capela baptismal e pavimento sob o coro, cobertura de telha de meia-cana, tijoleira no pavimento da sacristia, lambril de azulejo industrial, madeira nos pavimentos da nave e capela-mor, coro-alto, altares e tectos.
Bibliografia
AZEVEDO, Correia de, Património Artístico da Região Duriense, Vila do Conde, 1972, p. 21.
Intervenção Realizada
1948 - reparações gerais e colocação do soalho da nave; Fábrica da Igreja: 1998 - colocação de uma nova mesa de altar sobre estrado de madeira, na capela-mor.
Fonte
S.I.P.A. por Ricardo Teixeira

 

Freguesias e Património

Mesão Frio oferece mais...