• www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt
  • www.mesaofrio.com.pt

História

Lazer

Vitivinicultura

Gastronomia

Artesanato

Vila Jusã

  • Versão para impressãoEnviar por E-mail

altaltaltalt

Étimo medieval: São Martinho de Meison Frigido de Jusano

Área geográfica: 182 Hectares

Data histórica: 19 de Maio de 1145 (Doação da Igreja de S. Martinho).

Padroeiro: São Martinho

Figura Pública: José Caetano de Carvalho

Gastronomia: Feijoada, marrã e cabrito assado com arroz de forno.

Festividades: Romaria de S. Silvestre (último Domingo de Agosto)

Paisagem obrigatória: Miradouro de S. Silvestre

Património edificado: Casa Dos Cabrais, Casa do Registro e Igreja de S. Martinho

Actividades económicas: Agricultura, Vitivinicultura e pequenas Indústrias.

A freguesia de Vila Jusã cresceu sem relego, ao gosto e disponibilidade financeira dos seus habitantes que se foram espalhando pelas encostas sobranceiras ao vale do rio Douro, à procura de um sítio para a sua casa e dois palmos de terra. O centro da freguesia situa-se na vertente oriental do Monte de São Silvestre a uns escassos 800 metros a oeste da sede do concelho.

No séc. 12, Vila Jusã tentou juntar-se a Mesão Frio, mas o orgulhoso Sam Nicullao de Susano escorraçou-a para Matos e Quelhas, longe do seu Burgo aristocrático.

Nos primórdios da Nacionalidade portuguesa, por se encontrar confinante com Mesão Frio, São Martinho de Vila Jusã esteve durante mais de século e meio sob jurisdição administrativa daquela vila, e denominava-se São Martinho de Meison Frigido de Jusano.  Em 1145, D. Afonso Henriques fez doação da igreja de São Martinho de Mesão Frio a um tal Martinho Calvo. Em 1290, por força das reformas administrativas de D. Dinis, já vamos encontrar Vila Jusã como cabeça do Termo do antigo concelho de Pena Guião, cabendo aos habitantes da povoação de Matos a responsabilidade de ser guardiães do castelo de Pena Guião, enquanto não caiu em ruínas. Há relatos que nas férias administrativas do município de Pena Guião, a “Justiça Própria” deste concelho mudava-se para Vila Jusã, é de crer que até 1836, teria funcionado sazonalmente no largo da Casa dos Cabrais, onde dizem ter existido um Pelourinho em madeira que teria sido levado numa noite para Santa Marta de Penaguião, quando Vila Jusã se separou do concelho de Pena Guião. Em 1836 as reformas administrativas de Passos Manuel extinguiram, entre muitos outros, o concelho de Pena Guião e Barqueiros, há relatos que um ano antes houve um movimento popular para agrupar as freguesias limítrofes de Vila Jusã, S. Nicolau e curato de Anquião.

A proximidade geográfica de Vila Jusã, São Nicolau e Santa Cristina foi, desde tempos remotos, motivo de conflitos institucionais e em 25 de Agosto de 1872, o Administrador do concelho de Mesão Frio suspendera as funções do regedor da paróquia de Vila Jusã, ficando o regedor de S. Nicolau a exercer, cumulativamente, funções nesta freguesia.  

Freguesias e Património

Mesão Frio oferece mais...